Siga por e-mail

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Eu só quero Chocolate


Todos os dias depois do almoço compro um Chocolate. É quase um ritual. É a hora que mais sinto necessidade neste doce. Mas também não é a única hora que quero comer essa delícia de cacau e açúcar. Acho que do jeito que ando, comeria o dia inteiro. Sei que açúcar faz mal para saúde. Mas como sou uma pessoa que tem um estilo de vida saudável, me permito a este pecado.

Meu caso é patológico! Ultimamente cada mordida minha em um brigadeiro (comprado da Elaine, do Rancho 10) vem acompanhada de “huuummmm”. É como se eu tivesse sendo abraçada por um grande urso de pelúcia, que me coloca no colo dele e ainda faz cafuné!  Uma incrível sensação de aconchego.  

Mas não é exclusividade minha essa tara por Chocolate. A maioria das mulheres são assim.  Ao leite, branco, crocante, amargo, maio-amargo, com avelã, trufado, com morango, enfim, não importa o tipo, o fato é que amamos o Chocolate!

Queremos Chocolate quando brigamos com marido, quando estamos na TPM, com problemas profissionais, quando queremos ser mais felizes, quando estamos morrendo de ansiedade, enfim, queremos Chocolate na riqueza e na pobreza, na saúde e na doença, até que a morte nos separe.
O açúcar estimula e serotonina, responsável pelo bom humor, a depressão e a ansiedade. Além disso, segundo pesquisas as calorias elevam os teores de endorfinas, o que explica a sensação de prazer que temos ao comer Chocolate. Tem remédio melhor? Além disso, ele é rico em mineirais e vitaminas.  

Neste meu post dedicado ao Chocolate (que vem com o C maiúsculo em veneração que faço a esta delícia) não vou citar os malefícios. Por que hoje, vou apenas olhar o lado doce do mundo!